Santa Fé do Sul encaminha projeto de lei para implantar previdência complementar no município

O município de Santa Fé do Sul, no interior de São Paulo, enviou na semana passada projeto de lei à Câmara Municipal para aprovação da previdência complementar para os servidores. A expectativa é que a lei seja aprovada até o dia 25 de setembro. De acordo com o superintendente do Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de Santa Fé do Sul (Santafeprev), Ronaldo Salvini, o principal motivador da implantação da previdência complementar no município é a possível contratação de novos professores com salário muito acima do teto estipulado pelo INSS o que sobrecarregaria o sistema previdenciário atual de Santa Fé do Sul, que arca com insuficiência financeira de R$ 146 milhões. “Nossa faculdade municipal virou um centro universitário e está aplicando novos cursos. Para isso, abrirá novos concursos públicos para contratação de servidores para o corpo docentes que recebem acima do teto do INSS. Se o projeto for aprovado, esses servidores já entram na nova regra”, diz Salvini.

O projeto de lei aprova também a adesão do município à Fundação de Previdência Complementar do Estado de São Paulo (SP-Prevcom).


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso