Amec critica medida na Câmara que prevê dirigentes partidários em estatais

politicosA Associação de Investidores no Mercado de Capitais (Amec) divulgou um comunicado no qual critica a proposta de alteração da Lei 13.303, aprovada pela Câmara dos Deputados em 11 de julho, por meio do Projeto de Lei 6.621/2016, que permite a indicação de dirigentes partidários e outros agentes políticos para compor os órgãos de governança das empresas estatais.

“A Amec roga aos senadores que revertam este retrocesso, preservando assim um dos principais avanços trazidos pela Lei das Estatais. Ao invés de retroceder a uma época de indicações políticas indiscriminadas, nossos associados consideram importante continuar progredindo na melhoria das práticas de governança das empresas estatais, sob a luz dos Princípios da OCDE”, diz a associação no documento.

A Amec destaca ainda que as empresas de economia mista são parte importante do mercado acionário brasileiro e por essa razão tem acompanhado e colaborado nos debates e iniciativas que visam o aprimoramento da governança corporativa dessas entidades.


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso